Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1093
Tipo documento: Dissertação
Título: Desenvolvimento da cultura do milho sob níveis de densidade e tensões de água em latossolo vermelho de cerrado
Autor(es): Nunes, João Angelo Silva
Orientador(a): Silva, Edna Maria Bonfim da
Membro da Banca: Silva, Edna Maria Bonfim da
Membro da Banca: Souza, Edicarlos Damacena de
Membro da Banca: Guedes Filho, Osvaldo
Resumo : O manejo inadequado do solo e da água pode ocasionar alterações nas características físicas do solo, resultando em prejuízos na produção agrícola. Assim, objetivou-se avaliar o efeito de níveis de densidade do solo e tensões de água no crescimento e nas características produtivas do milho (Zea mays L.) em condições controladas. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis, em delineamento experimental com blocos casualizados, em arranjo fatorial 5², sendo composto por combinações de densidades do solo (1,0; 1,2; 1,4; 1,6 e 1,8 Mg m-3) e tensões de água no solo (10, 20, 30 40 e 50 kPa) resultando em 13 tratamentos, com quatro repetições. Foi utilizado um Latossolo Vermelho coletado de 0 a 0,2 m de profundidade. O solo da camada intermediária foi compactado com o auxilio de uma prensa hidráulica e os anéis da parte inferior e superior foram preenchidos com solo na densidade de 1,0 Mg m-3. Os tensiometros foram instalados na profundidade de 15 cm, permanecendo assim na região central da camada compactada. Foram realizadas avaliações aos 30, 45, 67 e 104 dias após a semeadura. No desenvolvimento inicial da cultura do milho houve efeito isolado para os níveis de densidade do solo. Nas quatro avaliações de diâmetro de colmo realizadas houve efeito isolado apenas para densidade do solo. Para o número de folhas, houve influência isolada nas duas primeiras avaliações realizadas, sendo que a partir dos 67 dias após a semeadura não se observou diferença significativa para os níveis de densidade e tensões de água no solo. Para altura e índice de clorofila, observou-se que no final do ciclo da cultura houve efeito isolado para as tensões de água no solo. A produção de massa seca da parte aérea e de raízes na cultura do milho foi limitada pelo aumento das tensões de água no solo, sendo que para a densidade do solo o limite crítico observado foi de 1,30 Mg m-3. O aumento da densidade do solo foi mais prejudicial no desenvolvimento inicial das plantas de milho, enquanto no ciclo final de cultivo obteve-se maior efeito das tensões de água aplicadas ao solo, em relação as características vegetativas do milho.
Resumo em lingua estrangeira: Inadequate management of soil and water can cause changes in the physical characteristics of the soil, resulting in losses in agricultural production. The objective was evaluate the effect of soil bulk density levels and water tensions in growth and yield characteristics of maize (Zea mays L.) under controlled conditions. The experiment was conducted in a greenhouse at the Federal University of Mato Grosso, Campus Rondonopolis, in experimental design with randomized blocks, in 5² factorial arrangement and is composed of combinations of bulk densities of soil (1.0, 1.2, 1.4, 1.6 and 1.8 Mg m-3) and water tensions in the soil (10, 20, 30, 40 and 50 kPa) resulting in 13 treatments with four replications. Was utilized an Oxisol collected from 0 to 0.2 m deep. The intermediate layer was of soil compacted with the aid of a hydraulic press and the rings of the bottom and upper part were filled with soil in the density of 1.0 Mg m-3. The tensiometers were installed at a depth of 15 cm, remaining in the central region of the compacted layer. Evaluations were carried out at 30, 45, 67 and 104 days after sowing. In the initial development of the maize crop was isolated effect for soil bulk density levels. In the four reviews of stem diameter was performed isolated effective for soil bulk density. For the number of leaves, was isolated influence in the two first evaluations carried out, and from 67 days after sowing there was no significant difference in the levels of bulk density and water tension in the soil. For height and chlorophyll index it was observed that at the end the crop cycle there was isolated effect of water tensions in the soil. The dry mass production the aerial part and roots in maize was limited by increased water tension in the soil, and for the soil bulk density the critical limit observed was 1.30 Mg m-3. The increased soil bulk density was more harmful in initial development of corn plants, while at the end the cultivation cycle was obtained higher effect of water tensions applied to the soil in relation to the vegetative characteristics of corn.
Palavra-chave: Zea mays
Compactação do solo
Manejo do solo
Palavra-chave em lingua estrangeira: Zea mays
Soil compaction
Soil management
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUR - Rondonopólis
Departamento: Instituto de Ciências Agrárias e Tecnológicas (ICAT) – Rondonópolis
Programa: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola
Referência: NUNES, João Angelo Silva. Desenvolvimento da cultura do milho sob níveis de densidade e tensões de água em latossolo vermelho de cerrado. 2014. 83 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Ciências Agrárias e Tecnológicas, Rondonópolis, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1093
Data defesa documento: 15-Dec-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUR - ICAT - PPGEAgri - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_João Angelo Silva Nunes.pdf2.03 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.