Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1122
Tipo documento: Dissertação
Título: Genótipos de soja resistentes à ferrugem, oriundos de germoplasma com ampla base genética
Autor(es): Souza, Débora Santana de Matos
Orientador(a): Polizel, Analy Castilho
Coorientador: Silva, Edna Maria Bonfim da
Membro da Banca: Polizel, Analy Castilho
Membro da Banca: Guimarães, Salomão Lima
Membro da Banca: Koetz, Marcio
Membro da Banca: Hamawaki, Osvaldo Toshiyuki
Resumo : O objetivo do presente estudo foi desenvolver cultivares com altas produtividades de grãos, agregando-se a outras características que otimizam a produção, como resistência aos estresses bióticos e abióticos. O experimento foi conduzido no campo experimental da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis. Os ensaios foram instalados em delineamento de blocos casualizados com três repetições. Foram avaliados 57 genótipos de soja provenientes da Universidade Federal de Uberlândia, sendo 24 linhagens e três testemunhas de ciclo semiprecoce/médio e 25 linhagens e cinco testemunhas de ciclo semitardio/tardio. Os ensaios foram conduzidos em duplicidade sendo, um submetido a tratamento com fungicida e outro com ausência do mesmo. As variáveis analisadas foram: severidade e número de pústulas cm-2 da ferrugem asiática, teor de clorofila, condutância estomática, número de dias para floração, altura de planta na maturação e inserção de primeira vagem, produtividade de grãos, peso de cem grãos, número de vagem por planta, e grãos por vagem. Os resultados foram submetidos à análise de variância por meio do programa estatístico Sisvar, da Universidade Federal de Lavras. Os materiais que se destacaram no ensaio de ciclo semiprecoce/médio foram UFUS 13 e a testemunha Riqueza, no qual apresentaram maior resistência ao patógeno, enquanto o genótipo UFUS 02 se destacou nos caracteres altura de planta, inserção de primeira vagem, percentual de grãos e produtividade. Quanto ao ensaio de ciclo semitardio/tardio as linhagens UFUS 006 e UFUS 023 expressaram maiores desempenhos para altura de plantas na maturação, produtividade, peso de cem sementes, percentual de sementes e resistência à ferrugem asiática.
Resumo em lingua estrangeira: The objective of this study was to develop cultivars that have high grain productivity, along with other characteristics that optimize its production, as resistance to biotic and abiotic stresses. This experiment was carried out in an experimental field in the Mato Grosso Federal University (UFMT), in the municipality of Rondonópolis, State of Mato Grosso, Brazil. The tests were settled in randomized block designs having three repetitions. 57 soybean genotypes from the Uberlândia Federal University were evaluated, being 24 lineages and three witnesses of medium early/medium cycle and 25 lineages and five witnesses of medium late/late cycle. The tests were performed in duplicity, being one of them subject to treatment with fungicide and another one with no treatment. The variables analyzed were: severity and number of pustules cm2 of the Asian rust (AACPD), chlorophyll content, stomatal conductance, number of days for blooming, plant height under maturation, and insertion of the first pod, grain productivity, 100-grain weight, number of pods per plant, and grain per pod. The results were subject to analysis of variance by means of the statistics program Sisvar, developed by the Lavras Federal University. The materials that stood out in the test of medium early/medium cycle were UFUS 13 and the witness Richness, which displayed more resistance to the pathogen, while genotype UFUS 02 stood out the characters plant height, insertion into the first pod, grain percentage and productivity. As to the semi late/late cycle test lineages UFUS 006 and UFUS 023 showed better performances related to plant height under maturation, productivity, 100-seed weight, seed percentage and resistance to Asian rust.
Palavra-chave: Glycine max (L)
Linhagens
Melhoramento
Palavra-chave em lingua estrangeira: Glycine max (L)
Lineages
Improvement
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUR - Rondonopólis
Departamento: Instituto de Ciências Agrárias e Tecnológicas (ICAT) – Rondonópolis
Programa: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola
Referência: SOUZA, Débora Santana de Matos. Genótipos de soja resistentes à ferrugem, oriundos de germoplasma com ampla base genética. 2012. 94 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Ciências Agrárias e Tecnológicas, Rondonópolis, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1122
Data defesa documento: 13-Dec-2012
Aparece na(s) coleção(ções):CUR - ICAT - PPGEAgri - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2012_Debora Santana de Matos.pdf1.66 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.