Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1137
Tipo documento: Dissertação
Título: Prevalência de anticorpos contra o vírus da influenza em equídeos de Poconé, MT
Autor(es): Silva, Lucas Gaíva e
Orientador(a): Aguiar, Daniel Moura de
Coorientador: Nakazato, Luciano
Membro da Banca: Aguiar, Daniel Moura de
Membro da Banca: Colodel, Edson Moleta
Membro da Banca: Santos, Marcelo Diniz dos
Resumo : O presente estudo avaliou a prevalência de anticorpos para o vírus da Influenza Equina (VIE) no município de Poconé, MT. em 529 equídeos pela técnica de Inibição da hemaglutinação utilizando como antígeno a variante H3N8 (SP/1/85). A prevalência de anticorpos no município foi determinada pela ponderação de cada animal em relação à população de equídeos do município. O teste do Qui-Quadrado foi realizado para averiguar possíveis associações com variáveis referentes aos animais. A distribuição da positividade e possíveis associações entre as propriedades foram avaliadas pelos modelos espacial auto regressivo misto e de regressão linear múltipla. Do total de animais, 282 (53,3%) foram soropositivos, com títulos variando entre 20 e 1280UHI. A prevalência de anticorpos para o VIE no município de Poconé foi estimada em 45,2% (IC 95% 30,2 – 61,1%). Das fazendas analisadas 23 (92,0%) apresentaram animais soropositivos. A espécie equina (54,3%), animais de fazendas não alagadas (66,5%), ausência de vacinas contra outras infecções (57,8%), negatividade para Anemia Infecciosa Equina (AIE) (61,7%) e densidade animal acima de 0,086 equídeos/hc (62,9%) foram associados a soropositividade (P<0,05). Não houve correlação espacial (P>0,05) entre as fazendas estudadas, entretanto aquelas localizadas nas áreas não alagadas foram associadas a infecção (P<0,05). Observou-se correlação negativa entre a prevalência de anticorpos para o VIE e a presença de animais positivos para AIE nas propriedades. A elevada prevalência de anticorpos para o VIE detectada neste estudo sugere circulação viral ativa entre os animais, e as analises estatísticas indicam que o transito e aglomeração animal são fatores associados à transmissão do vírus na região
Resumo em lingua estrangeira: The present study evaluated the prevalence of antibodies against Equine Influenza virus (EIV) in Poconé municipality, Mato Grosso state, from 529 equids by means the hemagglutination inhibition tests using H3N8 (SP/1/85) subtype as antigen. To determine the prevalence of antibodies in Poconé, each animal was pondered according to equid population in the region. Variables associated with seropositivity were evaluated by Qui-square test. Distribution and possible association among positive farms was evaluated by Spatial AutoRegressive and Multiple Linear Regression models. Of the 529 evaluated equids, 282 (53.3%) were seropositive and titers ranging from 20 to 1,280 UIH. The adjusted prevalence of EIV in Poconé municipality was estimated in 45.2% (95% IC 30.2 – 61.1%). From the evaluated farms 23 (92.0%) presented seropositive equids. Equines (54.3%), unflooded farms (66.5%), absence of vaccines program (57.8%), equine infectious anemia negativity (61.7%) and equid density above 0.086 equid/hc (62.9%) were associated to antibodies against EIV (P<0.05). No spatial correlation was found (P>0.05) among studied farms, however those farms located in unflooded areas were associated with EIV antibodies (P<0.05). Negative correlation was observed between the prevalence of EIV antibodies and presence of EIAV positive animals on farms. The high prevalence of EIV antibodies found in the present study suggest viral activities among equids and statistical analyses indicate that animal transit and agglomeration were associated factors to the virus transmission in the region.
Palavra-chave: Anticorpo
Brasil
Equinos
Influenza vírus
Pantanal
Palavra-chave em lingua estrangeira: Equine
Influenza vírus
Antibodies
Pantanal
Brazil
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Referência: SILVA, Lucas Gaíva e. Prevalência de anticorpos contra o vírus da influenza em equídeos de Poconé, MT. 2013. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1137
Data defesa documento: 26-Feb-2013
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAMEVZ - PPGVET - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2013_Lucas Gaiva e Silva.pdf1.39 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.