Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1341
Tipo documento: Dissertação
Título: Reação a doenças em variedades de algodoeiro resistentes a herbicidas
Autor(es): Belufi, Luana Maria de Rossi
Orientador(a): Albuquerque, Maria Cristina de Figueiredo e
Coorientador: Cassetari Neto, Daniel
Membro da Banca: Albuquerque, Maria Cristina de Figueiredo e
Membro da Banca: Cassetari Neto, Daniel
Membro da Banca: Guimarães, Sebastião Carneiro
Membro da Banca: Araújo, Dejânia Vieira de
Resumo : O objetivo neste trabalho foi comparar a reação a ramulose e murcha de Fusarium de dois genótipos de algodão, na forma convencional, transgênica e transgênica com o uso de herbicida, em condições controladas e a reação a doenças de uma variedade transgênica e uma convencional em diferentes sistemas de cultivo. Em condições controladas (casa de vegetação) foram avaliados o índice de doenças, a altura e a massa seca de plantas de dois genótipos de algodão nas formas: convencional (FiberMax 966 e DeltaOpal); transgênica (FiberMax 966 LL e NuOpal) e transgênica com o uso de herbicida (FiberMax 966 LL + Ammonium Glufosinate e NuOpal + Glyphosate), inoculadas com as doenças ramulose e murcha de Fusarium. Em campo, foram avaliados a massa de mil sementes, produtividade e a severidade de mancha de ramulária e mirotécio de duas variedades, convencional (FiberMax 910) e transgênica (FiberMax 966 LL) em quatro sistemas de cultivo. A reação dos genótipos de algodoeiro nas diferentes formas variam de acordo com a doença. Na presença de ramulose, em ambas as doenças, a forma transgênica apresenta os maiores índices. Na presença de murcha de Fusarium, aos 60 dias após a inoculação, a forma convencional (FiberMax 966) e a transgênica com aplicação de herbicida (NuOpal + Glyphosate) apresentam os maiores índices da doença. As reações de uma variedade convencional e de uma transgênica diferem de acordo com o sistema de cultivo adotado. Nas propriedades localizadas nos municípios de Primavera do Leste e Pedra Preta, onde foi adotado o plantio com espaçamento convencional (90 cm), ocorre reação semelhante entre as variedades em relação à severidade da doença ramulária. A propriedade com espaçamento superadensado (45 cm) apresenta reação severa, para ambas as doenças, ramulária e mirotécio. A reação à doença mirotécio é superior na variedade convencional em todos os sistemas de cultivo. A reação à doença ramulária é superior na variedade convencional no sistema de cultivo de plantio adensado (76 cm), em plantas com altura elevada e com uso reduzido de fungicida.
Resumo em lingua estrangeira: The purpose of this work was to compare the reaction to ramulosis and Fusarium wilt of two genotypes of cotton, on the conventional form, transgenic and transgenic with the herbicide use, in controlled terms, and the reaction to diseases of a transgenic varieties and a conventional in different culture systems. In controlled terms (greenhouse) index diseases were evaluated, the altitude and the plant dry mass of two genotypes of cotton on the ways: conventional (FiberMax 966 and DeltaOpal); transgenic (FiberMax 966 LL and NuOpal) and transgenic with the herbicide use (FiberMax 966 LL + Ammonium Glufosinate and NuOpal + Glyphosate), inoculated with the diseases ramulosis and Fusarium wilt. In field, the mass of a thousand seeds, productivity and the severity of ramularia and myrothecium leaf spot of two conventional species (FiberMax 910) and transgenic (FiberMax 966 LL) in four culture systems. The reaction genotypes of cotton plant in the different ways vary according to the disease. In the presence of ramulosis, both the diseases, the transgenic form presents the largest index. In the presence of Fusarium wilt, around 60 days after the inoculation, the conventional form (FiberMax 966) and the transgenic with herbicide application (NuOpal + Glyphosate) presents the largest index of disease. The reactions of a conventional variety and of a transgenic differ according to the culture system adopted. In the acres localized in the cities of Primavera do Leste and Pedra Preta, where it was adopted the plantation with conventional spacing (90 cm), occurs reaction similar between the varieties relative to the severity of ramularia disease. The acre with spacing super dense (45 cm) presents severe reaction, for both diseases, ramularia and myrothecium leaf spot . The reaction to the ramularia disease is upper in the conventional variety in the culture system of dense plantation (76 cm), in plants with high altitude and with reduced use of fungicide.
Palavra-chave: Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides
Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum
Ramularia areola
Glyphosate
Glufosinate-ammonium
Palavra-chave em lingua estrangeira: Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides
Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum
Ramularia areola
Glyphosate
Glufosinate-ammonium
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical
Referência: BELUFI, Luana Maria de Rossi. Reação a doenças em variedades de algodoeiro resistentes a herbicidas. 2013. 66 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1341
Data defesa documento: 22-Mar-2013
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAMEVZ - PPGAT - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2013_Luana Maria de Rossi Belufi.pdf834.25 kBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.