Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1414
Tipo documento: Dissertação
Título: Educar em valores : representações de pais e professores
Autor(es): Arruda, Emerson de
Orientador(a): Souza, Leonardo Lemos de
Membro da Banca: Souza, Leonardo Lemos de
Membro da Banca: Salgado, Raquel Gonçalves
Membro da Banca: Menin, Maria Suzana de Stefano
Resumo : A presente pesquisa envereda-se pelo campo da moralidade humana, compreendendo que a família e a escola são espaços sociais importantes na construção de valores morais e éticos. Entretanto, nem sempre essas instituições têm coerência na educação que é dada no espaço socioeducacional, geralmente estabelecendo relações divergentes e em tensões que cindem uma proposta coerente de educação moral e em valores. Este trabalho parte do pressuposto de que a educação moral e não moralizante ocupa um papel importante e definidor na formação de sujeitos que sejam capazes de analisar, julgar e respeitar os novos modelos sociais, seus paradigmas e valores. Seu objetivo foi o de identificar as representações de pais e professores sobre a educação em valores e as relações entre escola e família neste tipo de educação. Como caminho investigativo elegeu-se a abordagem qualitativa interpretativa. A técnica utilizada na coleta dos dados foi a entrevista semiestruturada, pois essa ferramenta metodológica é marcada por enredo temático, que viabiliza a possibilidade do surgimento de outras questões no processo investigativo. Foram entrevistados cinco professores e quatro pais de uma escola pública da rede estadual de ensino, que funciona com o ensino fundamental no Município de Jaciara, Estado do Mato Grosso, atendendo cerca de 300 (trezentos) alunos advindos de vários espaços sociais. Os dados analisados revelam a imprecisão que pais e professores possuem quanto ao ato de definir o conceito e o papel da educação moral e em valores, tornando apenas a família o espaço socioeducacional responsável pela formação moral. Contempla-se também a presença da moral heterônomica na formação dos valores, aspectos da educação moral como socialização se reforçam nas falas dos entrevistados. No que tange à relação família-escola tanto a escola quanto a família reconhecem a presença de tensões, e de que a instituição familiar caminha distante do cenário escolar. Entretanto, apesar de todos os entraves e limites na significação que tanto a família quanto a escola evidenciam quanto à formação moral, ambas acreditam que educar em valores é a via para a construção da reflexibilidade ética comunitária, e que é necessário revisitar os seus conceitos, a fim de que cada ser humano seja tratado com dignidade, e numa ação dialógica a sociedade construa um código moral que leve em conta toda diversidade sociocultural.
Resumo em lingua estrangeira: This present paper engage itself for human morality field, understanding family and school like fundamental social spaces of moral and ethcs values constructions. Not always this institutions have consistency in education that is given in its socio-educational space, usually establishing divergent relations and tension that need a coherent proposition of moral educattion and values. This paper assumes that moral education, not moralizing, have importante and defining role in the formation of people who will be able to analize, judgde and respect the news social models, paradigms and values. Its goals were identify the roles of parents and teachers about values in education and its relations betwen school and family in this education. In his investigative path, this paper elect the interpretive qualitative approach. The tecnique used in data colect was semistructured interviews, because this kind of interview is caracterized by tematic plot, and this make possible other questions arise in the investigative process. Were interviewed five teachers e four parents of one State public school, responsible for the fundamental teaching at Jaciara city, of Mato Grosso State, with about 300 students came from a variety social spaces. The data analyzed shows the imprecision in determine the concept and role of moral education and values, making only the family the socioeducational place responsable for moral education. Notes, too, the presence of heteronomous moral shaping, aspects of moral education like socialization that reinforce themselves in the interveiwde speech. About family-school relation, one and another recognizes the presence of tension, and that the family intitution walks distant of school setting. Nevertheless, besides all dificulties and limitation of undertanding that family and school shows about moral shaping, booth belives that educate with values is the way to build the reflectivity communion ethic, and that is necessary review its concepts, to every human been be is treated with respect and dignity.
Palavra-chave: Representações
Educar em valores
Relação família-escola
Educação moral
Palavra-chave em lingua estrangeira: Representation
Value education
Relationship between family-school
Moral education
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUR - Rondonopólis
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) – Rondonópolis
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação - Rondonópolis
Referência: ARRUDA, Emerson de. Educar em valores: representações de pais e professores. 2012. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Rondonópolis, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1414
Data defesa documento: 24-Apr-2012
Aparece na(s) coleção(ções):CUR - ICHS - PPGEdu - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2012_Emerson de Arruda.pdf1.01 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.