Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/142
Tipo documento: Dissertação
Título: O papel do jogo nos processos de aprendizagem de crianças hospitalizadas
Autor(es): Alves, Paula Pereira
Orientador(a): Gomes, Cleomar Ferreira
Membro da Banca: Gomes, Cleomar Ferreira
Membro da Banca: Dias, Tatiane Lebre
Membro da Banca: Camargo, Luiz Octávio de Lima Camargo
Resumo : O presente estudo buscou compreender o papel do jogo, situando-o como elemento mediador, nos processos de aprendizagem em crianças hospitalizadas no espaço específico da brinquedoteca e da classe hospitalar, a partir de um olhar sobre a infância e o desenvolvimento. Para tal, buscou-se: analisar a relação entre o jogo e os processos educativos na classe hospitalar; compreender os motivos que levam a criança a brincar durante as aulas na classe hospitalar; e analisar como o jogo situa-se na forma de elemento mediador nos processos de aprendizagem na classe hospitalar. A brincadeira pode ser compreendida como uma atividade livre que permite à criança vivenciar papéis sociais, construir conceitos sobre si e sobre o mundo, desenvolver sua personalidade e compreender a cultura na qual está inserida. Em uma situação de hospitalização na infância, muitas mudanças podem ocorrer na rotina da criança e da família. Tratar dessa questão significa lembrar que a criança hospitalizada enfrenta, em geral, constrangimentos variados, em virtude da rotina desgastante ou da privação das atividades infantis. Esta pesquisa inseriu-se no modelo de investigação de abordagem qualitativa do tipo etnográfica e envolveu nove crianças com idade entre 5 e 11 anos internadas no Hospital Universitário Júlio Muller e que frequentavam a classe hospitalar e a brinquedoteca. As ferramentas metodológicas utilizadas foram: entrevista semiestruturada, observação participante e análise documental. O período de coleta de dados foi de seis meses. A partir dos dados coletados, foram definidas duas categorias de análise de acordo com temas relevantes que surgiram no processo. Neste trabalho foi possível observar que o espaço da classe hospitalar é muito mais amplo do que o espaço físico da sala de aula, delimitada à realização de atividades pedagógicas, sendo que os processos de aprendizagem das crianças ocorriam em todo o espaço hospitalar. A brinquedoteca se mostrou como um espaço de aprendizagem, lazer e desenvolvimento, sendo o jogo precursor e mediador de diversos processos entre as pessoas que ali frequentam, favorecendo o desenvolvimento de vínculos, à aprendizagem de regras, o alcance de novas experiências e o enfrentamento às situações de doença e hospitalização.
Resumo em lingua estrangeira: This study sought to understand the role of the game, placing it as a mediating factor in the learning process in children hospitalized in the specific area of the playroom and hospital class, from a look at the childhood and development. To this end, it sought to: analyze the relationship between the game and the educational processes in the hospital class; understand the reasons that lead the child to play during lessons in class hospital; and analyze how the game is in the form of mediating element in the learning processes in the hospital class. The game can be understood as a free activity that allows the child to experience social roles, build concepts about themselves and about the world, develop their personality and understand the culture in which it operates. In a hospital situation in childhood many changes can occur in the child and family routine. Address this issue means remembering that the hospitalized child faces generally varied constraints, due to the exhausting routine or deprivation of children's activities. This research was part of the qualitative research approach model of ethnographic and involved nine children aged between 5 and 11 years admitted to the University Hospital Júlio Muller and attending hospital class and playroom. The methodological tools used were: semi-structured interviews, participant observation and document analysis. The data collection period was six months. From the collected data, we defined two categories of analysis in accordance with relevant themes that emerged in the process. In this work it was observed that the space of the hospital class is much broader than the physical space of the classroom, bounded to carry out educational activities, and the children's learning processes occurring around the hospital space. The toy was shown as a space for learning, leisure and development, being the forerunner game and mediator of various processes among people there attend, favoring the development of linkages, learning rules, the scope of new experiences and facing the illness and hospitalization situations.
Palavra-chave: Jogo
Classe hospitalar
Processos de aprendizagem
Palavra-chave em lingua estrangeira: Game
Hospital classroom
Learning processes
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Instituto de Educação (IE)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Referência: ALVES, Paula Pereira. O papel do jogo nos processos de aprendizagem de crianças hospitalizadas. 2015. 142 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, Cuiabá, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/142
Data defesa documento: 17-Dec-2015
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - IE - PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2015_Paula Pereira Alves.pdf2.2 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.