Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1442
Tipo documento: Dissertação
Título: Reprodução experimental da doença articular degenerativa, por meio cirúrgico associado à terapia Condroprotetora em ratos
Autor(es): Melo, Marcos Marini
Orientador(a): Souza, Roberto Lopes de
Coorientador: Gonçalves, Gentil Ferreira
Membro da Banca: Souza, Roberto Lopes de
Membro da Banca: Pescador, Caroline Argenta
Membro da Banca: Zanatta, Rosana
Resumo : A osteoartrite (OA) é a doença articular mais comum em humanos e animais, e ocasiona restrição de movimentos e dor na região acometida. Tal enfermidade afeta mais de 25% dos humanos acima de 60 anos e, aos 70 anos, ela é considerada universal. Estima-se que nos Estados Unidos da América, 20% ou mais da população canina é acometida pela OA. O presente estudo tem como finalidade avaliar a terapia medicamentosa (polisulfato de pentosano, betametasona e sulfato de condroitina/glucosamina), em um modelo experimental de OA cirurgicamente induzida em ratos. A doença articular foi promovida pela transecção cirúrgica do ligamento cruzado cranial, sendo que, após o procedimento cirúrgico, os animais foram mantidos e tratados por oito semanas. Foi realizada avaliação radiográfica e tomográfica antes e oito semanas após a indução da osteoartrite. Após eutanásia, análises macroscópica e microscópica foram realizadas para avaliar a progressão da enfermidade e a ação terapêutica. Na análise macroscópica foi observada lesões como exposição do osso subcondral, osteófitos e erosão nos joelhos. Na avaliação histológica foi observado lesões como fissura da superfície articular, hipertrofia do pericôndrio, abrasão e fibrilação da superfície articular. Já nas avaliações radiográficas e tomográficas foi observou presença de osteófitos e osteólise. Os animais não tratados apresentarão lesões graves enquanto os animais tratados apresentaram lesões leve a moderada. Conclui-se que o polissulfato de pentosano é eficiente no tratamento de lesões articulares iatrogênicas de ratos.
Resumo em lingua estrangeira: Osteoarthritis (OA) is the most common joint disease in both humans and animals, and it results in movement restriction and pain at the affected area. This disorder affects more than 25% of people over 60 years of age, and it is considered universal for 70-year-old people. OA is estimated to affect over 20% of the canine population from the United States of America. The present study aimed to evaluate the treatment of rats that were surgically induced to OA using two different drug therapies, one with pentosan polysulfate, one with betamethasone, and one with chondroitin sulfate/ glucosamine. In order to produce joint disease, the cranial cruciate ligament was surgically transected. Animals were kept and treated for eight days after surgery and were assessed via both radiographies and tomographies taken before surgery and eight weeks later. All animals were euthanized having both macroscopic and microscopic analysis performed to evaluate the disorder progression and therapeutic action. Macroscopic analysis showed lesion in the knees subjected to OA induction. The untreated animals presented major lesions whereas the treated ones presented mild to moderate lesions. In conclusion, pentosan polysulfate is recommendable for the treatment of iatrogenic joint lesions in rats since the other treatments showed no significant difference.
Palavra-chave: Osteoartrite
Joelho
Rato
Polisulfato de pentosano.
Sulfato de condroitina e glucosamina
Betametasona
Palavra-chave em lingua estrangeira: Osteoarthritis
knee
Rat
Pentosan polysulfate
Chondroitin sulfate glucosamine
Betamethasone
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Referência: MELO, Marcos Marini. Reprodução experimental da doença articular degenerativa, por meio cirúrgico associado à terapia Condroprotetora em ratos. 2012. 87 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1442
Data defesa documento: 30-May-2012
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAMEVZ - PPGVET - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2012_Marcos Marini Melo.pdf1.52 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.