Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1522
Tipo documento: Dissertação
Título: Utilização de glicerina e capulho de algodão em suplementos para bovinos de corte em pastejo
Autor(es): José Neto, Antônio
Orientador(a): Zervoudakis, Joanis Tilemahos
Coorientador: Galatti, Rosemary Laís
Coorientador: Cabral, Luciano da Silva
Membro da Banca: Zervoudakis, Joanis Tilemahos
Membro da Banca: Cabral, Luciano da Silva
Membro da Banca: Galatti, Rosemary Laís
Membro da Banca: Zervoudakis, Luciana Keiko Hatamoto
Membro da Banca: Paulino, Pedro Veiga Rodrigues
Resumo : A presente dissertação foi elaborada a partir dos resultados de quatro experimentos que avaliaram o desempenho produtivo e as características nutricionais de bovinos Nelore em pastejo, suplementados com glicerina e capulho de algodão, em duas épocas do ano. O experimento 1 foi conduzido para avaliar níveis de suplementação volumosa com capulho de algodão em função do peso corporal de bovinos em pastejo no período de transição seca-águas sobre os parâmetros nutricionais dos animais. Foram utilizados cinco garrotes Nelore, não castrados, com idade e peso corporal inicial médios de 22 meses e 392 kg. A área experimental foi constituída por cinco piquetes de 0,24 ha formados com Brachiaria brizantha cv. Marandu, com massa de forragem (MF) e matéria seca potencialmente digestível (MSpD) de 1.837,91 e 1.080,71 kg de MS/ha, respectivamente. O experimento foi estruturado em delineamento quadrado latino 5 x 5, com cinco períodos experimentais de 17 dias, em que os níveis de suplementação volumosa com capulho de algodão em função do peso corporal médio (PC) de bovinos, avaliados em função do consumo e digestibilidade dos nutrientes, concentrações de nitrogênio amoniacal (N-NH3) e pH ruminal, foram: Cap1 – 3,6; Cap2 – 4,9; Cap3 – 6,1e Cap4 – 7,3 g/kg do PC médio. A suplementação volumosa foi fornecida diariamente às 10 horas da manhã com as respectivas quantidades: Cap1 – 1,5; Cap2 – 2,0; Cap3 – 2,5 e Cap4 – 3,0 kg/animal e os animais controle foram suplementados somente com mistura mineral (ad libitum). Não houve efeito das estratégias de suplementação (P>0,10) em relação ao consumo de matéria seca total e dos nutrientes. Não houve diferença para os valores de digestibilidade da MS, MO, PB, FDN, CT e CNF, contudo, houve variação (P<0,10) para o EE. No tempo 0 horas, os valores de pH dos animais suplementados com 6,1 e 7,3 g/kg do peso corporal diferiram (P<0,10) em relação ao grupo controle. Já no tempo 4 horas, não houve diferença entre os suplementos (P>0,10). Não houve diferença (P>0,10) para os valores de N-NH3 no tempo 0 horas. Houve diferença (P<0,10) para os valores de N-NH3 no tempo 4 horas, sendo a maior concentração de N-NH3 para o nível de 4,9 g/kg de PC. O experimento 2 foi conduzido para avaliar níveis de suplementação volumosa com capulho de algodão em função do peso corporal de bovinos em pastejo no período de transição seca-águas sobre o desempenho produtivo e econômico. Foram utilizados 20 garrotes Nelore, não castrados, com idade e peso corporal inicial médios de 22 meses e 366 kg. A área experimental foi constituída por quatro piquetes de 1,6 ha cada, formados com Brachiaria brizantha cv. Marandu, com massa de forragem (MF) de 1.966,87 e matéria seca potencialmente digestível (MSpD) de 1.147,32 kg de MS/ha. O experimento foi estruturado em delineamento inteiramente casualizado (DIC), em que os níveis de suplementação volumosa com capulho de algodão em função do peso corporal médio (PC) de bovinos, avaliados em função do ganho de peso total (GPT), ganho médio diário (GMD) e da análise econômica, foram: Cap1 – 3,6; Cap2 – 4,9 e Cap3 – 6,1 g/kg do PC médio. A suplementação volumosa foi fornecida diariamente às 10 horas da manhã com as respectivas quantidades: Cap1 – 1,5; Cap2 – 2,0 e Cap3 – 2,5 kg/animal e os animais controle foram suplementados somente com mistura mineral (ad libitum). Houve diferença (P<0,10) entre os níveis de suplementação e o grupo controle sobre o ganho médio diário dos animais, sendo o nível de 4,9 g/kg do peso corporal o que proporcionou melhor desempenho produtivo. Quanto à avaliação econômica, observou-se maior retorno para o nível de suplementação de 4,9 g/kg do peso corporal. O experimento 3 foi conduzido para avaliar o efeito de fontes protéicas e nitrogenada associadas à glicerina residual do biodiesel na dieta de bovinos de corte em pastejo no período das águas sobre os parâmetros nutricionais. Foram utilizados cinco garrotes Nelore, não castrados, com idade e peso corporal inicial médios de 25 meses e 448,2 kg. A área experimental foi constituída por cinco piquetes de 0,24 ha cada, formados com capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com uma massa de forragem (MF) e matéria seca potencialmente digestível (MSpD) de 1.679,50 e 1.139,29 kg/ha de MS, respectivamente. O experimento foi estruturado em delineamento quadrado latino 5 x 5, com cinco períodos experimentais de 17 dias, para avaliar os seguintes suplementos: controle (apenas mistura mineral); GU – glicerina com uréia; GFS – glicerina com farelo de soja; GFA – glicerina com farelo de algodão e GGL – glicerina com farelo de glúten de milho. Foram avaliadas as variáveis: consumo e digestibilidade dos nutrientes, concentrações de nitrogênio amoniacal (N-NH3) e pH ruminal. A suplementação foi realizada diariamente às 10 horas da manhã, com fornecimento de 2,0 kg de suplemento/animal. Os animais controle foram suplementados somente com mistura mineral (ad libitum). Não foi observada diferença (P>0,05) para o consumo de MST, MSF, MO, MOF, EE, FDN, CT e NDT. Porém, houve diferença no consumo de PB (P<0,05) e de CNF (P<0,05) entre os suplementos. Houve diferença (P<0,05) para os valores de digestibilidade da PB. Não observou-se diferença (P>0,05) para os valores de pH ruminal. Quanto aos valores de N-NH3, quatro horas após a suplementação, constatouse diferença (P<0,05) entre os animais que receberam suplementos múltiplos em relação aos animais controle. No tempo 0 horas o suplemento GU apresentou tendência de propiciar maior valor de N-NH3 (P<0,10) em relação ao GFA. O experimento 4 foi conduzido para avaliar o efeito de fontes protéicas e nitrogenada associadas à glicerina residual do biodiesel na dieta de bovinos de corte em pastejo no período das águas sobre o desempenho produtivo e econômico. Foram utilizados 20 garrotes Nelore, não castrados, com idade e peso corporal inicial médios de 25 meses e 422 kg. A área experimental foi constituída por quatro piquetes de 1,6 ha cada, formados com capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com uma massa de forragem (MF) e matéria seca potencialmente digestível (MSpD) de 1.552,71 e 1.146,01 kg/ha de MS, respectivamente. O experimento foi estruturado em delineamento inteiramente casualizado, para avaliar os seguintes suplementos: controle (apenas mistura mineral); GU – glicerina com uréia; GFS – glicerina com farelo de soja e GFA – glicerina com farelo de algodão. Foram avaliadas as variáveis: ganho de peso total (GPT), ganho médio diário (GMD), taxa de acúmulo de gordura (Tx.EG) e análise econômica. A suplementação foi realizada diariamente às 10 horas da manhã, com fornecimento de 2,0 kg de suplemento/animal. Os animais controle foram suplementados somente com mistura mineral (ad libitum). Não houve diferença (P>0,10) entre os níveis de suplementação e o grupo controle sobre o ganho médio diário dos animais. Quanto à avaliação econômica, a associação da glicerina com uréia apresentou melhor desempenho econômico. Não houve diferença (P>0,10) entre a taxa de acúmulo da espessura de gordura no Longissimus dorsi (Tx.EGLG) e na garupa (Tx.EGP8) entre os tratamentos experimentais.
Resumo em lingua estrangeira: This dissertation was prepared from the results of four experiments that assessed the performance and the nutritional characteristics of Nellore cattle under grazing, supplemented with glycerol and bolls of cotton, in two seasons. The first experiment was conducted to evaluate levels of roughage supplementation with cotton bolls in the body weight of cattle grazing in the transition period dry water on nutritional animal. We used five Nellore steers, not bulls, age and initial body weight average of 22 months and 392 kg. The experimental area consisted of five paddocks of 0.24 ha formed with Brachiaria brizantha cv. Marandu with forage mass (FM) and potentially digestible dry matter (MSPD) of 1837.91 and 1080.71 kg DM/ha, respectively. The experimental design was structured in 5 x 5 Latin square design with five experimental periods of 17 days, in which the levels of roughage supplementation with cotton boll as a function of body weight (BW) cattle, evaluated in terms of intake and digestibility of nutrients, ammonia nitrogen (NH3-N) and pH were: Cap1 - 3.6; Cap2 - 4.9; Cap3 - 6.1 and Cap4 - 7.3 g / kg of the average PC. The roughage supplementation was given daily at 10 am with the respective amounts: Cap1 - 1.5; Cap2 - 2.0; Cap3 - 2.5 and Cap4 - 3.0 kg/animal and control animals were supplemented only with mineral mixture (ad libitum). No effect of supplementation strategies (P>0.10) in relation to consumption of dry matter and nutrients. There was no difference in the values of DM, OM, CP, NDF, NFC and CT, however, significant variation (P<0.10) for EE. At time 0 hours, the pH of animals supplemented with 6.1 and 7.3 g / kg body weight differ (P<0.10) compared to control group. Already at the time 4 hours, there was no difference between supplements (P>0.10). There was no difference (P>0.10) for the values of NH3-N at time 0 hours. Difference (P<0.10) values for the N-NH3 4 hours time, with the highest concentration of N-NH3 to the level of 4.9 g/kg BW. The second experiment was conducted to evaluate levels of roughage supplementation with cotton bolls in the body weight of cattle grazing in the transition period dry water on performance and cost. We used 20 Nelore steers, not bulls, age and initial body weight average of 22 months and 366 kg. The experimental area consisted of four plots of 1.6 ha formed with Brachiaria brizantha cv. Marandu with forage mass (FM) for 1966.87 and potentially digestible dry matter (MSPD) of 1147.32 kg DM/ha. The experiment was structured in a completely randomized design (CRD) in the levels of roughage supplementation with cotton boll as a function of body weight (BW) cattle, judged on the total weight gain (TWG), average daily gain (GMD) and the economic analysis were: Cap1 - 3.6; Cap2- 4.9 and Cap3 - 6.1 g / kg of the average PC. The roughage supplementation was given daily at 10 am with the respective amounts: Cap1 - 1.5; Cap2 - 2.0 and Cap3 - 2.5 kg/animal and control animals were supplemented only with mineral mixture (ad libitum). There were differences (P<0.10) between the levels of supplementation and the control group on average daily gain of animals, the level of 4.9 g/kg body weight which provided better performance. As for the economic evaluation, we observed a higher return for the supplementation level of 4.9 g/kg body weight. The third experiment was conducted to evaluate the effect of protein sources and nitrogen associated with the residual biodiesel glycerin in the diet of beef cattle grazing in the rainy season on nutritional parameters. We used five Nellore steers, not bulls, age and initial body weight average of 25 months and 448.2 kg. The experimental area consisted of five paddocks of 0.24 ha each formed with Brachiaria brizantha cv. Marandu, with a mass of forage (MF) and potentially digestible dry matter (MSPD) of 1679.50 and 1139.29 kg/ha of DM, respectively. The experimental design was structured in 5 x 5 Latin square design with five experimental periods of 17 days to assess the following supplements: control (only mineral); GU - glycerin with urea; GFS - glycerol with soybean meal; GFA - Glycerine with cottonseed meal and GGL - glycerin with corn gluten meal. The variables: intake and digestibility of nutrients, ammonia nitrogen (NH3-N) and pH. The supplementation was done daily at 10 a.m., with supply of 2.0 kg of supplement/animal. Control animals were supplemented only with mineral mixture (ad libitum). There was no difference (P>0.05) for the use of MST, MSF, MO, MOF, EE, NDF, TDN and CT. But there was no difference in CP intake (P = 0.0002) and CNF (P = 0.005) between the supplements. There were differences (P = 0.0057) for the values of CP digestibility. No significant difference (P>0.05) for ruminal pH values. The values of NH3-N, four hours after supplementation, we found a difference (P = 0.0438) between the animals that received multiple supplements in relation to control animals. At time 0 hours gave the highest value UG add N-NH3 (P = 0.0849) compared to GFA. The fourth experiment was conducted to evaluate the effect of protein sources and nitrogen associated with the residual biodiesel glycerin in the diet of beef cattle grazing in the rainy season on performance and cost. We used 20 Nelore steers, not bulls, age and initial body weight average of 25 months and 422 kg. The experimental area consisted of four plots of 1.6 ha each formed with Brachiaria brizantha cv. Marandu, with a mass of forage (MF) and potentially digestible dry matter (MSPD) of 1552.71 and 1146.01 kg/ha of DM, respectively. The experiment was structured in a completely randomized design to evaluate the following supplements: control (only mineral); GU - glycerin with urea; GFS - glycerol with soybean meal and GFA - glycerol with cottonseed meal. The variables: total weight gain (TWG), average daily gain (ADG), rate of fat accumulation (Tx.EG) and economic analysis. The supplementation was done daily at 10 am, with supply of 2.0 kg of supplement/animal. Control animals were supplemented only with mineral mixture (ad libitum). There was no difference (P>0.10) between the levels of supplementation and the control group on average daily gain of animals. As for the economic evaluation, the combination of glycerin with urea showed better economic performance. There was no difference (P>0.10) between the rate of accumulation in subcutaneous fat in the Longissimus dorsi (Tx.EGLG) and croup (Tx.EGP8) among experimental treatments.
Palavra-chave: .
Palavra-chave em lingua estrangeira: .
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Referência: JOSÉ NETO, Antônio. Utilização de glicerina e capulho de algodão em suplementos para bovinos de corte em pastejo. 2012. 134 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1522
Data defesa documento: 17-Feb-2012
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAMEVZ - PPGCA - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2012_Antônio José Neto.pdf2.85 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.