Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/341
Tipo documento: Dissertação
Título: Incidência e fatores associados as quedas de idosos hospitalizados
Autor(es): Abreu, Hellen Cristina de Almeida
Orientador(a): Reiners, Annelita Almeida Oliveira
Membro da Banca: Reiners, Annelita Almeida Oliveira
Membro da Banca: Menezes, Ruth Losada de
Membro da Banca: Silva, Ageo Mário Cândido da
Membro da Banca: Nakagawa, Janete Tamami Tomiyoshi
Resumo : O rápido crescimento do número de pessoas com 60 anos e mais no Brasil tem gerado modificações no perfil de morbimortalidade desse segmento da população. Dentre os problemas que contribuem para isso, a queda é o mais prevalente. Em geral, idosos hospitalizados caem com maior freqüência que os que vivem na comunidade. Com o objetivo de analisar a incidência e os fatores associados as quedas de idosos hospitalizados foi realizado um estudo de coorte prospectivo e concorrente no período de março a agosto de 2013, em três hospitais do município de Cuiabá, Mato Grosso. Foram acompanhadas 221 pessoas com 60 anos ou mais internadas na clinica médica até a alta, óbito ou queda. As taxas de incidência foram calculadas utilizando-se o método de densidade de incidência. Realizouse análise bivariada pelo teste do qui-quadrado e múltipla através da regressão de Cox. A incidência de quedas foi de 12,6 por 1000 pacientes-dia. Os fatores preditivos para quedas durante a internação foram baixa escolaridade (RR = 2,48; IC95%: 1,17-5,25), polifarmácia (RR = 4,42; IC95%: 1,77-11,05), disfunção visual (RR = 2,06; IC95%: 1,01-4,23), disfunção marcha/equilíbrio (RR = 2,95; IC95%: 1,22-7,14), incontinência urinária (RR = 5,67; IC95%: 2,58-12,44), uso de laxativos (RR = 4,21; IC95%: 1,15-15,39) e uso de antipsicóticos (RR = 4,10; IC95%: 1,38-12,13). A fim de analisar o efeito da incontinência urinária como preditora da incidência de quedas entre idosos hospitalizados foi realizada a análise de sobrevivência e a verificação da associação entre a variável de exposição e as demais variáveis pelos métodos de Kaplan-Meier, densidade de incidência e o modelo de regressão de Cox. A incontinência urinária foi um forte preditor de quedas nos idosos pesquisados e esteve associada ao menor tempo de ocorrência do evento. Além disso, a incontinência urinária concomitante à disfunção de equilíbrio/marcha e uso de antipsicóticos foram associadas às quedas. Concluiu-se que foi alta a incidência de quedas dos idosos hospitalizados e que há necessidade de que medidas de prevenção de risco de quedas nos hospitais sejam adotadas a fim de reduzir a incidência desse tipo de evento, especialmente aos pacientes que apresentam incontinência urinária.
Resumo em lingua estrangeira: The increasing growth in number of people aged 60 and over in Brazil has resulted in changes in the morbidity and mortality of this population profile. Among the problems that contribute to it, falls is the most prevalent. In general, hospitalized elderly fall more frequently than those living in the community. In order to analyze the incidence of falls in hospitalized elderly and its associated factors a prospective cohort study was conducted from March to August 2013 Grosso with 221 people aged 60 years or older admitted in medical clinic in three hospitals in the city of Cuiabá, Mato. The participants were followed until discharge, death or fall. We used the method of incidence density to calculated the incidence rate. The bivariate analysis was by chi –square and multiple by Cox regression analysis. The incidence of falls was 12.6 per 1000 patient-days. Predictive factors for falls during hospitalization were low education (RR = 2.48, 95% CI 1.17 to 5.25), polypharmacy (RR = 4.42, 95% CI 1.77 to 11.05), visual dysfunction (RR = 2.06, 95% CI 1.01 to 4.23), gait/ balance dysfunction (RR = 2.95, 95% CI: 1.22 to 7.14), urinary incontinence (RR = 5.67, 95% CI 2.58 to 12.44), use of laxatives (RR = 4.21, 95% CI 1.15 to 15.39) and use of antipsychotics (RR = 4.10, CI95 %: 1.38 to 12.13). In order to analyze the effect of urinary incontinence as a predictor of the incidence of falls among elderly hospitalized Survival analysis and verification of the association between the exposure variable and other variables was performed using the Kaplan -Meier, incidence density and Cox regression model. Urinary incontinence was a strong predictor of falls in the elderly and associated with shorter time to occurrence of the event. The urinary incontinence concomitant to the balance/gait dysfunction and use of antipsychotics were associated with falls. We concluded that, in this study, the incidence of falls in hospitalized elderly patients was high, therefore measures to prevent the risk of falls in hospitals is needed to reduce the incidence of this event, especially to patients with urinary incontinence.
Palavra-chave: Acidentes por quedas
Saúde do idoso
Prevenção de acidentes
Fatores de risco
Incontinência urinaria
Palavra-chave em lingua estrangeira: Accidental falls
Health of the elderly
Urinary incontinence
Accident prevention
Risk factors
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Enfermagem (FAEN)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Referência: ABREU, Hellen Cristina de Almeida. Incidência e fatores associados as quedas de idosos hospitalizados. 2014. 99 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Enfermagem, Cuiabá, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/341
Data defesa documento: 28-Feb-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAEN - PPG-Enfermagem - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_Hellen Cristina de Almeida Abreu.pdf6.06 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.