Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/460
Tipo documento: Dissertação
Título: Tratamento de hanseníase em serviços de saúde de Cuiabá/MT (2013) : caracterização sociodemográfica dos pacientes, avaliação do preenchimento de prontuários e frequência de efeitos adversos à poliquimioterapia
Autor(es): Ferreira, Celso Ricardo
Orientador(a): Espinosa, Mariano Martínez
Coorientador: Fontes, Cor Jesus Fernandes
Membro da Banca: Espinosa, Mariano Martínez
Membro da Banca: Segri, Neuber José
Membro da Banca: Duarte, Elisabeth Carmen
Resumo : A hanseníase é uma doença que representa um grave problema de saúde pública em todo o mundo, no Brasil e em Mato Grosso, onde é endêmica. O tratamento da hanseníase é realizado com a Poliquimioterapia proposta pela Organização Mundial da Saúde (PQT/OMS) e oferecida gratuitamente nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). A poliquimioterapia pode ocasionar efeitos adversos a medicamentos que podem interferir no tratamento. Há poucos estudos sobre os efeitos medicamentosos das drogas componentes da PQT/OMS. Objetivo – Caracterizar os pacientes em poliquimioterapia para hanseníase quanto aos aspectos sociodemográficos, frequência de efeitos adversos e completude do preenchimento de seus prontuários em serviços de saúde de Cuiabá (MT), 2013. Método – Estudo de abordagem descritiva e delineamento transversal. A coleta de dados foi realizada em prontuários de todos os pacientes em tratamento ativo para hanseníase em uso da PQT/OMS no município de Cuiabá durante os meses de junho a agosto de 2013. Resultados – Foram estudados 275 pacientes em tratamento para hanseníase no município de Cuiabá no período da pesquisa, sendo 160 (58,2%) do sexo masculino, e 115 (41,8%) do sexo feminino, com maior frequência de adultos 209 (76%) que de idosos 66 (24%), de Multibacilares 226 (82,2%) que de Paucibacilares 48 (17,5%) e um paciente (0,3%) não teve sua classificação operacional registrada no prontuário. A forma clínica Dimorfa foi registrada em 130 (47,3%) dos prontuários, seguida de 52 (18,9%) Virchowiana, 35 (12,7%) Tuberculóide, 15 (5,5%) Indeterminada e 43 (15,6%) cuja forma clínica não estava disponível nos registros dos prontuários. Todas essas frequências foram corroboradas pela literatura e pelos indicadores nacionais de hanseníase. A presença de efeitos adversos foi registrada em 31 (11,3%) dos prontuários, menor que a de estudos que abordam esse objeto. Nenhum dos prontuários apresentou completude dos registros, mesmo quanto a informações compulsórias. A alta frequência de prontuários com dados incompletos, mesmo considerando apenas as informações compulsórias, impossibilitou análises estatísticas mais aprofundadas, como a verificação de associações entre as variáveis. Conclusão – Os dados mostram que os registros nos prontuários de pacientes em tratamento para hanseníase em Cuiabá, em sua maioria, são incompletos, mesmo considerando as variáveis de registros compulsórios e que o perfil sociodemográfico da população em tratamento para hanseníase é semelhante ao descrito pela literatura.
Resumo em lingua estrangeira: Leprosy is a disease that is a serious public health problem worldwide, in Brazil and Mato Grosso, where it is endemic. The treatment of leprosy is accomplished through Multidrug therapy proposed by the Word Health Organization (WHO/MDT) and it is offered free of charge in units of the Unified Health System. Chemotherapy can cause adverse drug that can interfere with treatment effects. There are few studies on the medicinal effects of the component drugs of WHO / MDT. Objective - Characterize patients on multidrug therapy for leprosy regarding sociodemographic characteristics, frequency of adverse effects and completeness of completing their medical records in health services Cuiabá (MT), 2013. Method - Study of descriptive and cross-sectional approach. Data collection was performed on medical records of all patients in active treatment for leprosy in use of WHO / MDT in the city of Cuiabá during the months from June to August 2013. Results - 275 patients were studied in leprosy treatment in the city of Cuiabá during the study period, with 160 (58.2%) males and 115 (41.8%) females, with a higher frequency of 209 adults (76%) than elderly 66 (24%), of 226 multibacillary (82.2%) than paucibacillary 48 (17.5%) and one patient (0.3%) did not have its operational classification in the medical record . The borderline clinical form was recorded in 130 (47.3%) of the charts, followed by 52 (18.9%) Lepromatous, 35 (12.7%) Tuberculoid, 15 (5.5%) and Unspecified 43 (15.6%) whose clinical presentation was not available in the medical records. Literature and national indicators of leprosy corroborated all these frequencies. The presence of adverse effects was recorded in 31 (11.3%) of the medical records, less than studies that address this subject. None of the medical records submitted completeness of records, even as compulsory information. The high frequency of medical records with incomplete data, even considering only the compulsory information, precluded more in-depth statistical analyzes, such as checking for associations between variables. Conclusion - The data show that the charts of patients treated for leprosy in Cuiabá, in their majority, are incomplete, even considering the variables of compulsory records and that the demographic profile of the population in leprosy treatment is similar to that described in the literature.
Palavra-chave: Hanseníase
Quimioterapia
Toxicidade de drogas
Registros médicos
Palavra-chave em lingua estrangeira: Leprosy
Chemotherapy
Toxicity of drugs
Medical records
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Instituto de Saúde Coletiva (ISC)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Referência: FERREIRA, Celso Ricardo. Tratamento de hanseníase em serviços de saúde de Cuiabá/MT (2013): caracterização sociodemográfica dos pacientes, avaliação do preenchimento de prontuários e frequência de efeitos adversos à poliquimioterapia. 2014. 68 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Saúde Coletiva, Cuiabá, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/460
Data defesa documento: 14-May-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - ISC - PPGSC - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_Celso Ricardo Ferreira.pdf1.74 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.