Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/475
Tipo documento: Dissertação
Título: Prevalência de transtornos psiquiátricos menores e fatores associados entre servidores da Universidade Federal de Mato Grosso
Autor(es): Barbosa, Ricardo Martins
Orientador(a): Souza, Delma Perpétua Oliveira de
Membro da Banca: Souza, Delma Perpétua Oliveira de
Membro da Banca: Terzian, Angela Cristina Cesar
Membro da Banca: Camara, Volney de Magalhaes
Resumo : O interesse pelo estudo da relação entre saúde mental e trabalho tem crescido nos últimos anos, em razão do aumento da prevalência dos transtornos mentais em trabalhadores devido a diversos fatores, entre eles a precarização do trabalho. No entanto, no Brasil ainda são escassos os estudos que abordam essa temática relacionada à saúde mental de servidores universitários. Objetivo: Analisar a prevalência dos Transtornos Psiquiátricos Menores e os fatores associados entre servidores da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Cuiabá. Método: Trata-se de um estudo de corte transversal que utilizou a técnica de amostragem sistemática ao qual foi aplicado um questionário de autopreenchimento, anônimo, composto por questões sóciodemográficas, ocupacionais, comportamento de saúde e do instrumento Self-Reporting Questionnaire. Realizou-se análise descritiva e Regressão de Poisson; teste do qui-quadrado e de Fisher quando necessário, bem como medidas de associação brutas e ajustadas, por meio do cálculo da Razão de Prevalência, com Intervalo de Confiança de 95%. Resultados: Constatou que 20,5% dos servidores apresentaram positividade para Transtornos Psiquiátricos Menores, com associação significativa entre os servidores com 11 a 20 anos de trabalho (RPajustado 1,28, IC95% 1,17-1,40); 30 horas semanais de trabalho (RPajustado 1,37, IC95% 1,11-1,69); servidores que não tiraram férias anualmente (RPajustado 1,17 IC95% 1,05-1,31), e entre aqueles que relataram diagnóstico de Doença osteomuscular (RPajustado 1,09, IC95% 1,01-1,17). Conclusão: Conclui-se que a associação dos Transtornos Psiquiátricos Menores com variáveis ocupacionais verificadas neste estudo contribua para a implementação de políticas de recursos humanos com ações articuladas de prevenção, tratamento e assistência à população de servidores universitários.
Resumo em lingua estrangeira: The interest in the study of the relationship between mental health and work has grown in recent years due to the increasing prevalence of mental disorders in workers. However, in Brazil there are still few studies that address this issue related to the mental health of college servers. Objective: To analyze the prevalence of Psychiatric Disorders Minor and associated factors among the Federal University of Mato Grosso, Cuiabá. Method: This was a cross-sectional study that used the technique of systematic sampling to which a self-administered questionnaire, anonymous, composed of sociodemographic questions, occupational, health behavior and the Self-Reporting Questionnaire instrument was applied. A descriptive analysis and Poisson regression; Chi- square and Fisher when needed, as well as crude measures of association and adjusted by calculating the prevalence ratio with confidence interval of 95 %. Results: We found that 20.5% of servers were positive for Psychiatric Disorders Minor, with a significant association between servers with 11-20 years of work (RPajustado 1.28, 95% CI 1.17 to 1.40); 30 hour work week (RPajustado 1.37, IC95% 1.11 to 1.69); servers that have not taken vacation annually (RPajustado 1.17% IC95% 1.05 to 1.31), and among those who reported a diagnosis of musculoskeletal disease (RPajustado 1.09, IC95% 1.01 to 1.17). Conclusion: We conclude that the association of Psychiatric Disorders Children with occupational variables analyzed in this study will contribute to the implementation of human resources policies with coordinated actions for prevention, treatment and care to the population of university servers.
Palavra-chave: Saúde mental
Saúde do trabalhador
Prevalência
Epidemiologia e transtornos mentais
Palavra-chave em lingua estrangeira: Mental health
Occupational health
Prevalence
Epidemiology
Mental disorders
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Instituto de Saúde Coletiva (ISC)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Referência: BARBOSA, Ricardo Martins. Prevalência de transtornos psiquiátricos menores e fatores associados entre servidores da Universidade Federal de Mato Grosso. 2014. 114 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Saúde Coletiva, Cuiabá, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/475
Data defesa documento: 29-May-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - ISC - PPGSC - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_Ricardo Martins Barbosa.pdf1.4 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.