Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/514
Tipo documento: Dissertação
Título: Habitação social evolutiva : análise do custo inicial de construção de um projeto do tipo embrião
Autor(es): Peña, Arlene Ramírez
Orientador(a): Brandão, Douglas Queiroz
Membro da Banca: Brandão, Douglas Queiroz
Membro da Banca: Serra, Sheyla Mara Baptista
Membro da Banca: Durante, Luciane Cleonice
Membro da Banca: Portocarrero, José Afonso Botura
Resumo : O problema do déficit habitacional é vivenciado na maioria dos países do mundo. Muitos governos e profissionais tem tentado diminuir este déficit com a criação de distintos programas e projetos de habitação de interesse social. O que acontece com a maior parte destas habitações é que construtivamente são muito rígidas e construídas em serie, pensadas para uma única configuração familiar tradicional, não se adaptando assim às diversas e mutáveis necessidades dos usuários na atualidade. No momento que o morador for realizar modificações, estas tornam se mais custosas e com menor qualidade do que poderiam ser se a moradia fosse planejada inicialmente para evoluir. Embora as vantagens das habitações evolutivas sejam aparentemente maiores do que as desvantagens, a construção das mesmas ainda não é uma prática comum. A ideia de projetar de forma “inacabada” em termos de espaços e de acabamentos, deixando que o usuário seja o seu próprio arquiteto, não é uma prática utilizada por empreendedores e promotores dos conjuntos habitacionais de interesse social. O propósito do presente trabalho é avaliar os custos das habitações do tipo embrião em comparação com as habitações padrão tradicionais não evolutivas. Mediante elaboração de orçamentos, em diferentes cenários, espera-se encontrar alternativas de moradias flexíveis que possam ser viáveis economicamente. A intenção é também despertar o interesse na temática das habitações evolutivas e flexíveis e motivar a criação de novas propostas que de melhor qualidade que proporcionem maior conforto aos usuários das habitações. Os resultados mostraram que os empreendimentos evolutivos, em sua maioria, são projetados para serem ampliados para as laterais e os fundos. O projeto proposto demostrou ser uma boa opção quanto à flexibilidade e diversidade de opções de ampliação. Quanto à parte financeira, possui uma diminuição do custo inicial em comparação com o projeto referência que pode permitir o acesso à habitação a pessoas de mais escassos recursos, como também estes fundos podem ser redirecionados para a compra de terrenos melhores localizados.
Resumo em lingua estrangeira: The problem of housing shortage is experienced in most countries of the world. Many governments and professionals have been trying to reduce this deficit by creating different programs and projects of social housing. The majority of these houses are designed to be built in series and in a rigid way. These are intended for a traditional family house setting. Therefore, house constructions are not adapted to the changing need of users nowadays. During the occupation phase the dweller usually make changes, personalize or expand his house, but these interventions become more expensive and with less quality than they could be if the house was originally planned to grow. Although the advantages of evolutionary housing are apparently greater than its disadvantages, the construction industry hasn’t adopted this concept as a common practice. The concept of an "unfinished" design, in terms of spaces and finishes, that allows the dweller to be his own architect, is not a practice used by entrepreneurs or housing projects developers. The purpose of this study is to evaluate the costs of embryo type dwellings compared with standard non-progressive traditional dwellings. Through budgeting, in different scenarios, is expected to find economically feasible flexible housing alternatives. The intention is to generate interest in the subject of evolutionary and flexible housing and inspire the creation of new proposals with superior quality and with greater comfort for its users. The results showed that the evolutionary developments mostly are designed to be extended to the sides and to the back of the ground. The proposed project has shown to be a good option for flexibility and diversity of expansion options. As for the financial part, the embryo house has a decreased initial cost compared to the reference design. In this way it can allow access to housing to people of scarce resources, and these initial savings can be redirected to buy a better located land to the residential.
Palavra-chave: Habitação evolutiva
Custos
Flexibilidade
Palavra-chave em lingua estrangeira: Evolutionary housing
Costs
Flexibility
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia (FAET)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental
Referência: PEÑA, Arlene Ramírez. Habitação social evolutiva: análise do custo inicial de construção de um projeto do tipo embrião. 2014. 207 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Edificações e Ambiental) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Arquitetura, Engenharia e Tecnologia, Cuiabá, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/514
Data defesa documento: 9-Dec-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAET - PPGEEA - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_Arlene Ramirez Pena.pdf8.85 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.