Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/543
Tipo documento: Dissertação
Título: Indicadores de qualidade em grãos de soja submetidos a diferentes condições de armazenamento
Autor(es): Araujo, Maicon Marinho Vieira
Orientador(a): Caneppele, Maria Aparecida Braga
Coorientador: Kobayasti, Leimi
Membro da Banca: Caneppele, Maria Aparecida Braga
Membro da Banca: Kobayasti, Leimi
Membro da Banca: Bianchini, Maria das Graças de Assis
Membro da Banca: Beleia, Adelaide Del Pino
Resumo : A predição da deterioração qualitativa em grãos é de extrema importância, pois costuma-se armazenar de um ano para o outro e, o tempo de armazenamento seguro é dependente da relação quantitativa entre taxa de deterioração, qualidade e condições de armazenagem. Neste contexto, o uso do teste de acidez total alcoólica, como método de avaliação da deterioração em grãos armazenados tem sido apreciado, principalmente, quanto à sua sensibilidade. Deste modo, objetivou-se, neste trabalho, avaliar a perda da qualidade de grãos de soja ao longo do armazenamento em três ambientes e verificar a sensibilidade do teor de acidez alcoólico como parâmetro de qualidade a partir da quantificação do pH e da acidez álcool-solúvel por diferentes técnicas. Para avaliar a qualidade dos grãos, utilizou-se grãos de duas cultivares de soja, GB 874RR e TMG 132RR, sobre delineamento inteiramente casualizado e em esquema fatorial 3 x 7, sendo três ambientes e sete tempos de armazenamento (0 a 12 meses, com intervalos de 60 dias). Avaliou-se, neste experimento, a qualidade física e química através do teor de agua, da massa específica aparente, da classificação física dos grãos, da condutividade elétrica e do teor de acidez total. Foi verificada a incidência de fungos e teor de proteína e extrato etéreo para avaliação da qualidade sanitária e nutricional, respectivamente. Já para avaliação da sensibilidade do teor de acidez alcoólica, utilizou-se a cultivar GB 874RR, em delineamento inteiramente casualizado e em esquema fatorial, 3 x 11, sendo três ambientes e 11 tempos de armazenamento (0 a 10 meses, com intervalos de 30 dias). Avaliou-se nove métodos para determinação do pH (variando metodologia e formas de avaliação) e 2 métodos para determinação do teor de acidez total dos grãos de soja, utilizando dois indicadores, a fenolftaleína e o pH 8,8, além dos parâmetros avaliados no experimento anterior, para qualidade física, química e sanitária. Observou-se perda acentuada de qualidade na condição de estresse (30 ºC e 80 %), seguindo o mesmo padrão para a condição de ambiente natural (25-29 °C e U.R. de 50-84 %) e não observando tal efeito quando a condição foi favorável (17-19 °C e U.R de 60-68 %). Foi possível estabelecer correlação entre o pH, teor de acidez total e os parâmetros de qualidade dos grãos. Identificou-se o processo deteriorativo a partir do teor de acidez total dos grãos. Observou-se que, a utilização da fenolftaleína como indicar, é mais sensível que a utilização do pH 8,8. Dentre os métodos de determinação de pH, o potenciométrico demonstrou-se mais adequado para avaliação da perda de qualidade ao longo do armazenamento.
Resumo em lingua estrangeira: The prediction of qualitative deterioration in grain is of utmost importance, since it is usually stored from one year to another, and the safe storage time is dependent on the quantitative relationship between rate of deterioration, quality and storage conditions. In this context, much has been discussed about using acidity test as a method for evaluation of deterioration in stored grains, mainly due to its sensitivity. Thus, the aim of this study was to evaluate the loss of quality of soybean during storage and in three settings and check the sensitivity of the acidity test as a quality parameter from the measurement of pH and acidity alcohol-soluble by various techniques. Thus, it was performed two experiments: the first was used grains of two soybean cultivars, GB 874RR and TMG 132RR in completely randomized experiment in a factorial design , observing them in three environments , which was varied temperature and relative humidity air and seven storage times ( 0 to 12 months , with intervals of 60 days) . The second experiment was riding using the cultivar GB 874RR, completely randomized experiment in a factorial design with three environments x eleven storage times (0 to 10 months, with intervals of 30 days). For the first experiment was conducted tests to assess the quality of the grains. The physical and chemical quality was observed by the water content, the apparent specific gravity, the physical classification of the grains, the electrical conductivity and total acidity. The incidence of fungi and protein and ether extract to assess the health and nutritional respectively quality was verified. Have to experiment II are the same factors for physical and chemical quality, health and nutrition of the experiment, nine methods for determination of pH (ranging methodology and ways of reading ) and 2 methods for determining the total acidity of soybeans (using two indicators, phenolphthalein and pH 8.8). There was severe loss of quality in stress conditions (30 ° C and 80%) followed the same pattern for the condition of the natural environment (25-29 ° C and 50-84 % RH) and observing no such effect when condition was favorable (17-19 ° C and 60-68 % RH). The deteriorating process from the total acidity of the grains was possible to establish a correlation between pH, total acidity and parameters of grain quality was identified. It was observed that the use of phenolphthalein as indicated is more sensitive than the use of pH 8.8. Among the methods of determining, the potentiometric pH proved to be more suitable for assessing the quality loss during storage.
Palavra-chave: Teor de acidez
Deterioração
Glycine max L.
Palavra-chave em lingua estrangeira: Acidity
Deterioration
Glycine max L.
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical
Referência: ARAUJO, Maicon Marinho Vieira. Indicadores de qualidade em grãos de soja submetidos a diferentes condições de armazenamento. 2014. 82 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/543
Data defesa documento: 24-Feb-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAMEVZ - PPGAT - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_Maicon Marinho Vieira Araujo.pdf1.34 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.