Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/741
Tipo documento: Dissertação
Título: Saúde e ambiente : representações sociais de crianças em uma comunidade pantaneira
Autor(es): Silva, Gisella Cristina de Oliveira
Orientador(a): Castro, Sueli Pereira
Membro da Banca: Pereira, Maria Luiza Garnelo
Membro da Banca: Silva, Carmen Lucia da
Membro da Banca: Castro, Sueli Pereira
Resumo : O presente estudo tem o objetivo de analisar as representações sociais de saúde e ambiente de crianças em uma comunidade tradicional, São Pedro de Joselândia, Distrito de Barão de Melgaço situado no Pantanal Matogrossense, na tentativa de apreender estes fenômenos, em suas orientações mais amplas, levando em conta seus pontos de vistas, conhecimentos, significados e concepções desta relação e que dão para além das formas institucionalizadas do saber. O estudo sugeriu análises profundas, distinções e delineamentos possíveis somente através de uma abordagem qualitativa, optando-se pela estruturação, por vias exploratórias e incursão em campo de um trabalho etnográfico que foi desenvolvido de Fevereiro a Setembro do ano de dois mil e dez, que possibilitou a penetração na realidade estudada para apreensão do modo de vida das crianças: condições de moradia, organização domestica e lazer. A abordagem teórica para compreensão das representações sociais foi baseada na Teoria Bourdiesiana, em que alguns conceitos como habitus e estilo de vida são adotados para entendimento da realidade social. Como instrumento de coleta de dados foi utilizado: Caderno de Campo, Observações Diretas, Desenhos, Fontes Icnográficas e 26 entrevistas semi estruturadas com crianças de idades entre 09 e 14 anos. Os resultados mostraram que as representações sociais de saúde e ambiente destas crianças são construções influenciadas pelo espaço social em que vivem através da importância dada à promoção e à manutenção da vida saudável na relação estabelecida com a normalidade do corpo singular. As representações apontam também para o reforço da prática de exercícios físicos, da higiene corporal e ambiental e de uma alimentação adequada. Compreender essa realidade possibilitará o auxilio a formulação de políticas públicas que englobam as necessidades demandadas por essas crianças nesse universo.
Resumo em lingua estrangeira: This study aims to analyze the social representations of health and environment, related to the daily practices of children in public school in a traditional community, São Pedro de Joselândia, Barão de Melgaço District located in the Pantanal, taking into account their viewpoints, knowledge, meanings and conceptions of this relationship. The study suggested in-depth analysis, distinctions, and possible outlines only through a qualitative approach, opting for structuring, by routes and exploratory foray into a field of ethnographic work that was developed from February to September of the year two thousand and ten, which possible penetration of the reality studied for understanding the way of life of children living conditions, domestic and leisure organization. The theoretical approach to understanding social representations was based on Bourdieu theory, in which some concepts like habitus and lifestyle are adopted for understanding social reality. As data collection instrument was used: Fieldbook, direct observations, drawings, iconographic sources and semi-structured interviews with 26 children aged between 09 and 14 years. The results showed that social representations of health and environment of these children are social constructions influenced by the space in which they live through the importance given to the promotion and maintenance of healthy life in a normal relationship established with the singular body. The representations also point to increasing physical exercise, body and environmental hygiene and adequate food. Understanding this reality could help to enable the formulation of public policies that encompass the needs required by these children in this universe.
Palavra-chave: Representações sociais
Crianças
Saúde
Ambiente
Pantanal
Palavra-chave em lingua estrangeira: Social representations
Children
Health
Environment
Pantanal
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Instituto de Saúde Coletiva (ISC)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Referência: SILVA, Gisella Cristina de Oliveira. Saúde e ambiente: representações sociais de crianças em uma comunidade pantaneira. 2011. 265 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Saúde Coletiva, Cuiabá, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/741
Data defesa documento: 30-Sep-2011
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - ISC - PPGSC - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2011_ Gisella Cristina de Oliveira Silva.pdf3.12 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.