Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/862
Tipo documento: Dissertação
Título: Políticas de formação da rede municipal de educação de Rondonópolis - MT (2004 a 2008) e suas contribuições para a formação continuada na escola : dos cursos propostos à visão da coordenação pedagógica
Autor(es): Mingareli, Regina Celia Farias
Orientador(a): Carvalho, Ademar de Lima
Membro da Banca: Nascimento, Adir Casaro
Membro da Banca: Oliveira, Ozerina Victor de
Membro da Banca: Carvalho, Ademar de Lima
Resumo : O presente estudo vincula-se ao Mestrado em Educação no PPGE/UFMT e tem como objetivo principal compreender se as políticas públicas de formação continuada de professores da Secretaria Municipal de Educação de RondonópolisMT, no período de 2004 a 2008, colaboraram/ colaboram com a formação contínua que acontece na escola. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com a utilização de entrevista como fonte de coleta de dados, além da análise documental. A análise do estudo se concentrou em três eixos: a formação continuada oferecida pela SEMEC nos anos mencionados; a formação continuada na escola e as concepções de formação dos Coordenadores/Supervisores Escolares, sujeitos da investigação. Os principais referenciais teórico-metodológicos foram buscados em Candau (2001), Carvalho (2005), Freire (1996, 1997, 2005), Geraldi (1999), Imbernón (2006, 2009), Marin (1995, 2003), Nóvoa (1991, 1992, 1995, 1997, 2009), Bogdan e Bilklen (1994), Ludke e André (1986), entre outros. A partir da pesquisa nos documentos do Departamento de Administração e Escrituração Escolar, nos quais se coletaram os dados dos cursos realizados durante o referido período, evidenciou-se que o município ofereceu cursos para diferentes licenciaturas, de diversas modalidades e tem promovido formação continuada em forma de cursos, seminários e congressos, de um modo caracterizado como descontínuo, de efetivação esporádica, intensiva e rápida, com reduzida carga horária e fundamentada como uma formação que não atende as necessidades dos professores, uma vez que não partem da reflexão dos mesmos, de seus desafios e de sua prática cotidiana. As entrevistas com os supervisores/coordenadores, que são alguns dos responsáveis pela organização e efetivação da formação contínua realizada nas unidades escolares, revelam a necessidade de que a Secretaria subsidie a formação docente continuada, preferencialmente, no interior da escola, a partir da compreensão de que o ambiente de trabalho do professor se constitui locus privilegiado para a construção da sua autonomia e emancipação. Embora, segundo os entrevistados, o coletivo escolar ainda não valorize o processo formativo desenvolvido na escola como um espaço real de formação continuada, tem-se o entendimento por eles de que tais ações devem estimular o estudo entre pares, permeado por discussões pautadas na reflexão da prática e com embasamento teórico que possibilite ao professor pensar e mudar sua atuação em sala de aula. Também emerge destas falas que a escola e a Secretaria precisam investir em um programa consistente que contribua para a emancipação profissional do educador. Pode-se constatar, ainda, a importância da articulação entre teoria e prática na constituição de uma práxis que se quer emancipatória e consciente das possibilidades e limites que a atividade educacional apresenta.
Resumo em lingua estrangeira: This paper is part of the Master‟s in Education Program at PPGE/UFMT and aims to understand whether the public policies on teachers‟ continuous education by the Municipal Secretariat of Education in Rondonópolis, State of Mato Grosso, Brazil, from 2004 to 2008, collaborate/d with the continuous education that has taken place inside the school. It is a qualitative research based on interviews as a source of data collection, along with document analysis. The study analysis focused on three topics: continuous education offered by SEMEC from 2004 to 2008; continuous education in the school and the school coordinators‟/supervisors‟ conceptions of training, being the subjects of the study. Its main theoretical-methodological references are found in Candau (2001), Carvalho (2005), Freire (1996, 1997, 2005), Geraldi (1999), Imbernón (2006, 2009), Marin (1995, 2003), Nóvoa (1991, 1992, 1995, 1997, 2009), Bogdan and Bilklen (1994), Ludke and André (1986), among others. From the research based on documents in the Department of Administration and School Registration, when data on the courses carried out during the previously mentioned period were collected, it was evident that the municipality has offered courses for different graduations, in several models, and has promoted continuous education as courses, seminaries and congresses, in a discontinued way, having sporadic, intensive and fast adoption, with reduced teaching/studying hours and taken as a training which does not cover the teachers‟ needs, since they do not start from their own reflection, challenges and everyday practice. The interviews with the supervisors/coordinators, who are some of the people in charge for the organization and adoption of the continuous education carried out in these schools, reveal it is necessary that the Secretariat subsidize the teachers‟ continuous education, mostly inside the school area, based on the comprehension that the teachers‟ working environment is a privileged locus for the building-up process of his/her autonomy and emancipation. Although, according to the interviewees, the school as a working group does not give the educational process carried out in the school its credit as a true space for continuous education, there is the understanding from their side that such actions are supposed to stimulate the study among peers, followed by discussions based on reflections about their practice and with theoretical background that allows the teacher to think and to change his/her performance in the classroom. Also comes out of their testimonies the very fact that the school and the Secretariat need to invest in a consistent program, in order to contribute to the educator‟s professional emancipation. It is also clear the importance of articulation between theory and practice in the performance of a praxis that is intended to be emancipatory and conscious of the possibilities and limits that the educational activity presents.
Palavra-chave: Políticas públicas
Formação contínua
Coordenador pedagógico
Palavra-chave em lingua estrangeira: Public policies
Continuous education
Pedagogical coordinator
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Instituto de Educação (IE)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Referência: MINGARELI, Regina Celia Farias. Políticas de formação da rede municipal de educação de Rondonópolis - MT (2004 a 2008) e suas contribuições para a formação continuada na escola: dos cursos propostos à visão da coordenação pedagógica. 2011. 137 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, Cuiabá, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/862
Data defesa documento: 12-May-2011
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - IE - PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2011_ Regina Celia Farias Mingareli.pdf852.2 kBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.