Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/901
Tipo documento: Dissertação
Título: Curso de Ciências Naturais e Matemática ofertado pela UFMT /UAB : uma análise das concepções de integração curricular
Autor(es): Acosta, Carmen Lúcia Coelho
Orientador(a): Beraldo, Tânia Maria Lima
Membro da Banca: Beraldo, Tânia Maria Lima
Membro da Banca: Peixoto, Joana
Membro da Banca: Musis, Carlo Ralph de
Resumo : A presente pesquisa refere-se à análise da integração curricular no curso de Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática (LCNM) ofertado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), no âmbito da Universidade Aberta do Brasil (UAB) na modalidade a distância, no contexto da política nacional para formação dos profissionais do magistério, instituída pelo Decreto 6.755/2009. Trata-se de um estudo que busca investigar concepções relativas à integração curricular em um curso que se caracteriza como uma licenciatura que integra conhecimentos da área das Ciências Naturais e Matemática. A metodologia adotada pode ser caracterizada como um estudo de caso ancorado em autores que consideram a educação como uma prática social articulada com o ciclo contínuo de políticas. Os dados foram obtidos com base na análise de textos que orientam o currículo do curso de LCNM (Projeto Pedagógico do curso) bem como em depoimentos (entrevistas) de profissionais que nele atuam. Os resultados das análises remetem ao entendimento de que a oferta de um curso de licenciatura em Ciências Naturais e Matemática pela UFMT no âmbito da UAB é uma resposta ao problema da escassez de professores observado no Estado de Mato Grosso e no Brasil como um todo. A integração curricular é assumida como um princípio metodológico pela própria natureza do curso e pelo entendimento de que essa forma de organização curricular permite melhor compreensão da complexidade do nosso tempo e, por conseguinte, a atuação docente mais critica e ética no mundo em constantes transformações. Os discursos em defesa da integração curricular expressos nos textos analisados e nas falas dos entrevistados pautam-se tanto na tendência de organização do currículo com base na interdisciplinaridade (eixos temáticos) como também, com base nas competências requeridas pelo mundo do trabalho docente. Isso explica o esforço em sintonizar o currículo do curso com as políticas curriculares para a educação básica, especialmente com os Parâmetros Curriculares Nacionais de Ciências e de Matemática. Em suma, a integração curricular é buscada pelo diálogo entre diferentes disciplinas organizadas em torno de eixos temáticos num discurso que hibridiza teorias construtivistas e teorias comportamentalistas defendidas no léxico das atuais reformas educacionais de viés economicista.
Resumo em lingua estrangeira: .
Palavra-chave: Formação de professores
Universidade aberta do Brasil
Integração curricular
Palavra-chave em lingua estrangeira: .
.
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Instituto de Educação (IE)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Referência: ACOSTA, Carmen Lúcia Coelho. Curso de Ciências Naturais e Matemática ofertado pela UFMT /UAB: uma análise das concepções de integração curricular. 2013. 134 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, Cuiabá, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/901
Data defesa documento: 20-Apr-2013
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - IE - PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2013_ Carmen Lúcia Coelho Acosta.pdf1.61 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.