Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/1911
Tipo documento: Tese
Título: “[...] nós aqui é o espaço dos sem vez” - quilombolas e educação em Poconé/MT
Autor(es): Moreira, Nilvaci Leite de Magalhães
Orientador(a): Müller, Maria Lúcia Rodrigues
Membro da Banca: Müller, Maria Lúcia Rodrigues
Membro da Banca: Monteiro, Filomena Maria de Arruda
Membro da Banca: Santos, Sérgio Pereira dos
Membro da Banca: Cruz, Léa da
Membro da Banca: Souza, Maria Elena Viana
Resumo : Esta tese trata sobre famílias e escolas em comunidades quilombolas e tem por objetivo compreender a percepção das famílias quilombolas em relação à escola e identificar as estratégias utilizadas para garantir o acesso e a permanência dos filhos no ambiente escolar. A investigação foi realizada nas comunidades quilombolas de Jejum, Laranjal e Curralinho, pertencentes ao município de Poconé, estado do Mato Grosso. Os dados utilizados no estudo foram obtidos por meio de análise qualitativa, com base nas pesquisas de campo, entrevistas com 14 famílias e observação em profundidade, o que possibilitou a desenvolver um estudo etnográfico. Os resultados foram analisados a partir de conceitos como cultura, educação, quilombo, comunidade e identidades, como forma de compreender como as famílias quilombolas concebem a ideia de escola e a sua importância na vida de seus filhos. Conclui-se que as famílias demonstram preocupação com a escolarização e, mesmo em situação de vulnerabilidade e negação dos direitos sociais preconizados a todos os cidadãos brasileiros pela Constituição Federal de 1988, utilizam de meios alternativos para garantir formação escolar dos filhos. Percebe-se que as famílias reconhecem e valorizam a escola, porém, desenvolvem um processo de educação própria, voltado para a vivência recíproca, solidária e de respeito mútuo, o qual é repassado de geração a geração. Tal processo proporciona aos atores sociais envolvidos o reconhecimento identitário de pertencimento e preservação dos traços culturais que perpassam a vida em comunidade. O estudo ainda aponta que as políticas sociais em atendimento a essas famílias estão longe de serem efetivadas, ocorrendo uma tendenciosa seleção de apenas algumas comunidades para a proposição de ações, de forma precária, para dar uma resposta à sociedade segundo a qual os negros não sofrem com as mesmas mazelas do passado.
Resumo em lingua estrangeira: This article deals with families and schools in quilombola communities and aims to understand the perception of quilombola families in relation to schooling and to identify how the strategies used to ensure access and permanence of children in the educational environment. The research was carried out in the quilombola communities of Jejum, Laranjal e Curralinho, belonging to the municipality of Poconé, state of Mato Grosso, Brazil. The data used in the study were analyzed through qualitative analysis, based on field research, interviews with 14 families and in-depth observation, which allowed the development of an ethnographic study. The results were analyzed from concepts such as culture, education, quilombo, community and identities, as a way to understand how quilombola families imagined an idea of school and its importance in their children’s lives. It is concluded that families show concern about schooling and, even in situations of vulnerability and denial of social rights advocated for all Brazilian citizens by the Federal Constitution of 1988, they use alternative methods to ensure the education of their children. It is noticed that families recognize and value a school, however, they develop a process of their own education, focused on reciprocal, common and mutual respect, or one that is passed on from generation to generation. Such process provides the social actors involved with the recognition of participation and preservation of cultural traits that permeate life in the community. The study also points out how social policies aimed at these families are not being effectively carried out, being subject to a biased selection of only a few communities to benefit from the actions, precariously, in order to give to society an answer claiming that black people do not face the same problems of the past.
Palavra-chave: Famílias negras
Comunidades quilombolas
Educação escolar
Poconé-MT
Palavra-chave em lingua estrangeira: Black families
Quilombola communities
Schooling
Poconé-MT
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Instituto de Educação (IE)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Referência: MOREIRA, Nilvaci Leite de Magalhães. “[...] nós aqui é o espaço dos sem vez” - quilombolas e educação em Poconé/MT. 2019. 263 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, Cuiabá, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/1911
Data defesa documento: 12-Feb-2019
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - IE - PPGE - Teses de doutorado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_2019_Nilvaci Leite de Magalhães Moreira.pdf5.69 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.