Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/529
Tipo documento: Dissertação
Título: Avaliação de medula óssea em cães pancitopênicos de uma população hospitalar da região Centro-Oeste do Brasil
Autor(es): Girardi, Angela Ferronatto
Orientador(a): Sousa, Valéria Régia Franco
Coorientador: Pescador, Caroline Argenta
Membro da Banca: Sousa, Valéria Régia Franco
Membro da Banca: Mendonça, Adriane Jorge
Membro da Banca: Amude, Alexandre Mendes
Resumo : A pancitopenia pode estar associada a distúrbios intra e extramedulares. Quando a etiologia não é óbvia o exame de medula óssea é necessário. O estudo tem como objetivo avaliar a prevalência da pancitopenia, relatar e discutir alterações de medula óssea e diagnósticos diferenciais em cães pancitopênicos. A ocorrência de pancitopenia aos hemogramas realizados num período de 13 meses consecutivos em um hospital veterinário foi avaliada, e após autorização dos proprietários dos cães pancitopênicos foi obtido aspirado de medula óssea. Esfregaços foram confeccionados e corados por Giemsa, onde contagem diferencial de 500 células foi realizada e foram avaliadas relação mielóide: eritróide, celularidade, megacariócitos e exame parasitológico direto. PCR para Leishmania (Leishmania) infantum chagasi e Ehrlichia canis foi realizado a partir do aspirado de medula óssea. Hemogramas de 3120 caninos com diversas alterações clínicas foram analisados para identificar pancitopenia, que representaram 167 (5.4%) cães. Destes, foi obtida autorização de proprietários de 65 cães pancitopênicos para coleta de medula óssea. Interpretação de características quantitativas foi realizada a partir do esfregaço de medula óssea e a etiologia foi firmada em 46 (70.8%) destes, que incluiu infecção por E. canis e L. chagasi, anemia aplásica idiopática, insuficiência renal crônica e co-infecções. Em 17 (26.2%) animais não foram observadas alterações medulares. O achado mais observado foi hiperplasia mielóide e eritróide em 16 (24.6%) cães. A prevalência de pancitopenia observada foi elevada comparando a outros dados relatados em literatura, fato que pode ter ocorrido devido ao número de casos decorrentes de doenças infecciosas (58,5%) nos caninos avaliados: número expressivo decorrente de sua característica endêmica.
Resumo em lingua estrangeira: The pancytopenia can be associated with intra and extra medullary disorders. When the etiology is not obvious, the examination of bone marrow is necessary. The study aims to evaluate the prevalence of pancitopenia, report and discuss bone marrow alterations and pancitopenia differential diagnosis in dogs. The occurrence of pancitopenia in blood counts performed over a period of 13 consecutive months at a veterinary hospital was evaluated, and with approval of the owners of dogs, bone marrow aspirate was obtained. Smears was prepared and stained by Giemsa, where 500 cells differential count was performed and were assessed myeloid:erythroid ratio, cellularity, megakaryocytes and cytological examination. PCR for Leishmania (Leishmania) infantum chagasi and Ehrlichia canis was conducted from the bone marrow aspirate. Blood counts of 3120 canines, with several clinical changes were analyzed to identify pancitopenia, which accounted for 167 (5,4%) dogs. Of these, authorization was obtained from owners of 65 dogs for bone marrow collection. Interpretation of quantitative characteristics was carried out from the bone marrow smear and the etiology was established in 46 (70.8%) of these, which included infection by E. canis and L. chagasi, idiopathic aplastic anemia, chronic renal failure and co-infections. In 17 (26.2%) animals were not observed medullary changes. The most observed finding was myeloid and erythroid hyperplasia in 16 (24.6%) dogs. The prevalence of pancitopenia observed was high when compared with data reported in the literature, which may be due to the number of cases due to infectious diseases (58,5%) in evaluated canine: expressive number due to its endemic feature.
Palavra-chave: Canino
Citologia
Citopenia
Hemoparasitos
Mielograma
Palavra-chave em lingua estrangeira: Cytology
Canine
Cytopenia
Hemoparasites
Myelogram
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Referência: GIRARDI, Angela Ferronatto. Avaliação de medula óssea em cães pancitopênicos de uma população hospitalar da região Centro-Oeste do Brasil. 2014. 63 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/529
Data defesa documento: 24-Feb-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAMEVZ - PPGVET - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_Angela Ferronato Girardi.pdf1.06 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.