Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://ri.ufmt.br/handle/1/537
Tipo documento: Dissertação
Título: Detecção sorológica e molecular de agentes infecciosos em onças-pintadas (Panthera onca) de vida livre em unidades de conservação do Pantanal matogrossense, Brasil
Autor(es): Onuma, Selma Samiko Miyazaki
Orientador(a): Aguiar, Daniel Moura de
Coorientador: Pacheco, Richard de Campos
Membro da Banca: Aguiar, Daniel Moura de
Membro da Banca: Corrêa, Sandra Helena Ramiro
Membro da Banca: Morato, Ronaldo Gonçalves
Resumo : Amostras de sangue de 11 onças-pintadas de vida livre (Panthera onca) foram coletadas em duas unidades de conservação federal no Pantanal de Mato Grosso com objetivo de avaliar o perfil sanitário dessas populações. A presença de anticorpos séricos para Ehrlichia spp., Rickettsia spp., Toxoplasma gondii, Neospora caninum e Sarcocystis neurona foi investigada pela Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI); para Leptospira spp. pela Microtécnica de Soroaglutinação Microscópica (SAM) e para Brucella abortus pelo teste do Antígeno Acidificado Tamponado (Rosa Bengala). O DNA genômico em cada amostra de sangue total coletada foi analisada pela Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR) com intuito de identificar a presença de DNA de Ehrlichia spp., Rickettsia spp., Hepatozoon spp. e Cytauxzoon spp. Duas fêmeas de carrapato Amblyomma cajennense coletados em um animal foram também testadas pela PCR para detecção de DNA de Ehrlichia spp. e Rickettsia spp. Duas onças foram soropositivas para Ehrlichia spp., com títulos de anticorpos de 80 e 320, respectivamente. Nove animais reagiram positivamente a pelo menos quatro espécies de Rickettsia spp. Dez, 7 e 8 animais amostrados foram soropositivos para T. gondii, N. caninum e S. neurona, respectivamente. Duas onças apresentaram soros reagentes para Leptospira spp. , e o provável sorotipo infectante em ambos os animais foi um isolado brasileiro do sorovar Canicola (L01). Todas as amostras de soro foram negativas para B. abortus. Nenhum DNA da família Anaplasmataceae e do gênero Ehrlichia foi detectado pela PCR ou pela Heminested- PCR nas amostras de sangue, entretanto uma foi positiva na PCR para Rickettsia spp. segundo o gene citrate sintase (gltA), porém negativa para o gene ompA, comum entre riquétsias pertencentes ao grupo da Febre Maculosa. Um A. cajennense apresentou DNA riquetsial, cujo sequenciamento de nucleotídeos demonstrou 99% de similaridade a R. amblyommii. Sete amostras apresentaram DNA de Hepatozoon spp., com 99% de similaridade para H. felis e 10 das 11 amostras foram positivas para DNA de Cytauxzoon spp., com 99% de similaridade para C. felis. O presente estudo mostrou que as onças de vida livre na porção norte do Pantanal foram expostas a inúmeros agentes patogênicos, e que uma abordagem integrada para a conservação da vida selvagem e a integridade da saúde pública é uma questão eminente a fim de determinar intervenções de gestão em áreas protegidas. Este é o primeiro relato da exposição de onças-pintadas de vida livre a N. caninum e S. neurona.
Resumo em lingua estrangeira: Blood samples from 11 free-living jaguars (Panthera onca) were collected in two federal conservation units in the Pantanal of Mato Grosso state to determine the health profile of these populations . The presence of serum antibodies for Ehrlichia spp., Rickettsia spp., Toxoplasma gondii, Neospora caninum and Sarcocystis neurona was investigated by Immunofluorescence Assay (IFA); for Leptospira spp by the Microscopic Agglutination Test (MAT). and for Brucella abortus by rose Bengal test . Blood genomic DNA in each sample was tested by Polymerase Chain Reaction( PCR ) to identify Ehrlichia spp . , Rickettsia spp . , Hepatozoon spp . and Cytauxzoon spp. Two females of Amblyomma cajennense ticks collected from an animal were tested by PCR for DNA detection of Ehrlichia spp . and Rickettsia spp. Two jaguars were seropositive for Ehrlichia spp ., with antibody titres of 80 and 320, respectively. Nine animals were positive for at least four species of Rickettsia spp. Ten, 7 and 8 of the sampled animals were seropositive for T. gondii, N. caninum and S. neurona, respectively. Two jaguars were seroreactive for Leptospira spp. antigen and the most likely infecting serotype in both animals was a Brazilian isolate of serovar Canicola ( L01 ) . All serum samples were negative for B. abortus. No Anaplasmataceae and Ehrlichia DNA was detected by PCR or by Heminested-PCR. One sample was positive by PCR for Rickettsia spp. according to the citrate synthase gene (gltA), but it was negative for the ompA rickettsial gene of the spotted fever group. An A. cajennense collected showed riquetsial DNA whose sequence showed 99 % similarity to R. amblyommii . Seven samples presented DNA fragments of Hepatozoon spp., with 99% similarity to H. felis and 10 of the 11 samples were positive for DNA fragments of Cytauxzoon spp., with 99 % similarity to C. felis. The present study showed that free-living jaguars in northern Pantanal were exposed to numerous pathogens, and an integrated approach to wildlife conservation and integrity of public health is a prominent issue in order to determine management interventions in protected areas. This is the first report of exposure of free-living jaguars to N. caninum and S. neurona.
Palavra-chave: Agentes infecciosos
Carrapatos
Pantanal
Panthera onca
Unidade de conservação
Zoonose
Palavra-chave em lingua estrangeira: Infectious agents
Ticks
Pantanal
Panthera onca
Conservation unit
Zoonosis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Mato Grosso
Sigla da instituição: UFMT CUC - Cuiabá
Departamento: Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEVZ)
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
Referência: ONUMA, Selma Samiko Miyazaki. Detecção sorológica e molecular de agentes infecciosos em onças-pintadas (Panthera onca) de vida livre em unidades de conservação do Pantanal matogrossense, Brasil. 2014. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Cuiabá, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://ri.ufmt.br/handle/1/537
Data defesa documento: 27-Feb-2014
Aparece na(s) coleção(ções):CUC - FAMEVZ - PPGVET - Dissertações de mestrado

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISS_2014_Selma Samiko Miyazaki Onuma.pdf1.46 MBAdobe PDFVer/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.